Bio na Rua

Bio na RuaInaugurando o retorno deste blog às atividades de divulgação científica, conversei com minha amiga Luiza Melki, aluna de mestrado de Paleontologia da UFRJ, que neste próximo sábado estará participando da 17ª edição do “Bio na Rua“, evento destinado a mostrar ao público que trabalhos estão sendo desenvolvidos pelos estudantes de Biologia da universidade.

O evento acontecerá no Parque Madureira, na área da pérgola.

Confira a entrevista abaixo!

O que é o Bio na Rua?
O Bio na Rua é um evento anual de extensão que existe desde 2001 e tem como objetivo a troca de informações entre a universidade e a comunidade não-acadêmica. O foco da iniciativa é de atingir de forma mais ampla a função da universidade junto à sociedade por meio da divulgação científica.

Quem faz e quem participa?
O evento é organizado por alunos do curso de Ciências Biológicas da UFRJ, por uma comissão de alunos de períodos e áreas de especialização variadas. A participação é aberta aos alunos e professores do Instituto de Biologia, que se organizam em grupos para trazer o que estão trabalhando dentro de seus laboratórios e mostrar para a comunidade. Por conta disso, o evento engloba temas muito variados, como botânica, evolução, genética, educação ambiental, biologia marinha, insetos…

A quem se destina?
O Bio na Rua é sempre realizado em locais com muitos transeuntes, principalmente famílias, tendo como objetivo alcançar o público comum de todas as idades.

Fale um pouco das edições anteriores. Tem alguma história interessante, alguma pergunta do público que marcou você?
Muitas crianças já passaram pela nossa barraquinha da Paleontologia, mas é muito impressionante quando elas se interessam além do que se vê nos filmes. Algumas delas chegam muito tímidas, mas rapidamente se abrem quando é dada a chance de falar sobre os dinossauros que gostam. Já vimos um menininho de 8 anos que sabia diferenciar direitinho quais eram herbívoros e quais eram carnívoros – o que ele nos mostrou em uma incrível dramatização com os bonequinhos que deixamos na mesa… Já tivemos um menino também que passou por nós em dois anos não consecutivos, e descobrimos que ainda se interessava pelo assunto mesmo anos depois. Ele até nos afirmou que seguiria profissão um dia! Dá sempre uma satisfação muito grande ver que nossa mensagem alcançou a pessoa.

O evento costumava acontecer na Quinta da Boa Vista. Como o incêndio no Museu Nacional afetou esse projeto? E como deve ficar daqui para frente?
A tragédia do Museu Nacional acabou por dar mais motivação ainda à realização do evento, uma vez que a cobertura da mídia deixou muito claro que a sociedade no geral ainda não sabe ou ignora o valor da ciência de base. Isso acaba por se refletir na escolha dos governantes, na disposição de verbas e na regulamentação das atividades de pesquisa. A divulgação científica se torna então cada vez mais importante pra valorização do trabalho de pesquisa realizado pela universidade.

Onde e quando vai acontecer esta edição?
Este ano será a primeira vez que o Bio na Rua acontecerá no Parque Madureira! Será no dia 3/11, sábado agora, das 10h e até as 17h.

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: