Archive for the ‘Futebol’ Category

Zugzwang Rubro-Negro

15/04/2010

A CBF decidiu de uma vez por todas: a muito falada Taça de Bolinhas vai para o São Paulo Futebol Clube. Para quem já está cansado deste assunto, pode passar adiante. Para os demais, leiam depois do corte.

(more…)

Meninos da Vila dando show de intolerância

02/04/2010

Eu sou agnóstico (ateu para todos os propósitos práticos), como vocês bem sabem. O que talvez vocês não saibam é que não tenho o menor problema em conviver com pessoas religiosas, desde que não me encham o saco com proselitismos. Diga-se de passagem, sempre achei proselitismo ateu um saco também. Sempre preferi o estilo mais “cavalheiro” de Carl Sagan ao ativismo rábido de pessoas como Richard Dawkins (cuja obra de divulgação da biologia aprecio muito, de outra forma). Em minha opinião a tolerância é o nome do jogo; e se devemos conviver com os outros 7 bilhões de seres humanos do planeta, devemos — TODOS nós — aprender a controlar nosso impulso de julgar o colega do lado um idiota porque ele acredita em algo idiota.

É por tudo isso que eu não consigo compreender a atitude dos jogadores do Santos: instados a participar de um evento beneficente, Robinho, Neymar e Ganso recusaram-se a sair do ônibus da equipe quando descobriram que a casa que abrigava as crianças deficientes era administrada por uma entidade Espírita. O técnico Dorival Jr. tentou convencê-los, mas não houve como. Outros membros da equipe acabaram realizando o evento, mas as principais estrelas do time simplesmente foram embora.

Mais tarde o evangélico Neymar confirmaria que não entrou por razões religiosas. Em casa conversou com o pai (Neymar é muito jovem) e reconheceu o deslize e se comprometeu a visitar o Lar Espírita mais tarde. Os outros, especialmente Robinho, permanecem em sua postura intolerante.

BELO exemplo de caridade cristã na Páscoa.

(fonte: Folha de São Paulo)

EDIT: Aparentemente, Paulo Henrique Ganso também se arrependeu e vai visitar o Lar espírita mais tarde.

EDIT 2: Na segunda-feira dia 12 de abril Robinho, Neymar e Ganso voltaram ao lar espírita e passaram a tarde com as crianças doentes. Menos mau, e que bom que todos os três perceberam o tamanho da gafe que cometeram. Que não fique apenas na percepção de uma gafe, mas num genuíno arrependimento.

Perguntar não ofende

01/06/2009

Foram anunciadas as cidades sedes da Copa de 2014. Entre a festa e as críticas muito já foi escrito e não pretendo repetir aqui, a não ser para dizer que tenho motivos de sobra para ambas. Mas há algumas perguntas que gostaria de ver respondidas:

– Por que São Paulo é o candidato “natural” à abertura da Copa? BH e Porto Alegre são igualmente “naturais” para mim. Ao menos o Maracanã tem a dúbia distinção de ter sido o palco da tragédia de 1950, o que dá uma certa vontade de fazer a final lá de novo.

– Por que, numa Copa tida como “verde”, a Cuiabá de Blairo Maggi foi escolhida em detrimento de Campo Grande? Aliás, por que Manaus em vez de Belém, que tem muito mais tradição no futebol?

– Por que certos governantes de estado, como José Serra, já estão querendo empurrar a conta para o Governo Federal?

Mas nem tudo são críticas. As quatro capitais nordestinas têm muito a ganhar se fizerem direito seu trabalho e se dinheiro não for gasto inutilmente. Fiquemos na torcida!