Pergunte a um Físico — Quantização da Gravidade

PixelxD me pergunta pelo formspring:

Pela teoria da relatividade a gravidade é a distorção do espaço-tempo certo? Porque os físicos sem enroscam tanto com a força gravitacional na teoria unificada? A força gravitacional não deixa de existir se considerarmos a distorção do espaço-tempo?

Vamos por partes:

A Teoria da Relatividade Geral de Einstein nos diz que a geometria do espaço-tempo equivale à quantidade de energia e momento contida nele. Além disso, as propriedades gravitacionais desse espaço-tempo correspondem à um movimento retilíneo naquela geometria curva.

Trocando em miúdos, isso significa que a gravidade vai depender da quantidade de massa e energia existentes; e que coisas como uma órbita, uma queda etc. podem ser pensadas como uma trajetória inercial na curvatura do espaço-tempo local. A gravidade, portanto, não deixa de existir — seus efeitos são apenas descritos de uma forma que não necessitem apelar à não menos misteriosa “ação à distância” proposta por Newton.

Isso posto, as dificuldades para quantizar a Gravidade e descrevê-la num modelo unificado com as outras forças são muitas.

Primeiro, a Gravidade opera numa escala bem diferente das outras — seus efeitos são sentidos no mundo do “muito grande”, ao passo que as outras ficam no limite quântico. Segundo, e talvez mais importante, as interações de um teórico quantum gravitacional são afetadas pelo espaço-tempo e o afetam por sua vez, criando uma maçaroca matemática não-linear de difícil resolução. As equações que as descrevem divergem para o infinito muito facilmente e eliminar esses infinitos é uma tarefa muito difícil.

Mas nem tudo está perdido. Tentativas continuam sendo feitas para tentar responder a esta pergunta: a Teoria das Cordas procura unificar a Gravidade com as outras forças; o Loop Quântico Gravitacional deseja apenas quantizar a Gravidade sem uni-la com as outras 3. E tem pelo menos um maluco holandês que diz que a Gravidade é uma ilusão dos sentidos; e que na verdade surge como uma conseqüência das leis da Termodinâmica…

Quem tem razão? Não sei. Quem viver, verá :-)

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: