Zugzwang Rubro-Negro

A CBF decidiu de uma vez por todas: a muito falada Taça de Bolinhas vai para o São Paulo Futebol Clube. Para quem já está cansado deste assunto, pode passar adiante. Para os demais, leiam depois do corte.

A Copa União de 1987 nunca terminou para muita gente. Como é um assunto batido e rebatido, vou poupar o meu leitor de um resumo do que aconteceu naquele ano. Quem não souber pode ler aqui antes de prosseguir. Representa bem o que penso.

Leu? Muito bem. Corte para 2010. Flamengo e São Paulo votaram contra o candidato de Ricardo Teixeira (ainda presidente da CBF) nas eleições para o Clube dos 13 nesta segunda-feira dia 12. O caso da Taça foi trazido à baila de novo quase 18 anos depois do título flamenguista nas vésperas dessa eleição, curiosamente ao mesmo tempo em que Teixeira e seu candidato, Kléber Leite (ex-presidente do Flamengo) cortejavam o voto da presidente atual do Flamengo, Patrícia Amorim.

A questão da Taça e, mais importante, do campeonato de 87, é
emblemática para o Flamengo e falhar em defender tal interesse é um
suicídio político dentro do clube.

O São Paulo, por sua vez, tem grande ambição de abrir a Copa do Mundo de 2014 no Morumbi, ao que Ricardo Teixeira não cansa de negar, inimigo que é do presidente do São Paulo. O SPFC brigou e briga ainda com muita gente para conseguir tal feito.

Fábio Koff, presidente reeleito do Clube dos 13 (e já está aí há
muuuuuuito tempo, ele que foi o primeiro presidente do C-13), articulava renegociar os direitos de transmissão dos jogos do Brasileirão e acabar com a fórmula falida dos Estaduais, o que desagrada a muita gente grande.

Minhas ponderações são as seguintes:

1 – Por que não deram logo a Taça de Bolinhas para o São Paulo em
2007? Afinal, a CBF sustenta que o Flamengo não ganhou o campeonato de 87 desde 1987! Não faz o menor sentido esperar quase 3 anos. Especialmente considerando que a decisão na Justiça comum desde 1994 que determinou o Sport como campeão de 87.

2 – Por que apenas nas vésperas da eleição do C-13 a questão da Taça
voltou à baila, com negociações agressivas por parte de Ricardo
Teixeira e Kléber Leite?

3 – Quem teria mais a ganhar com a divisão e desunião do novo bloco do C-13, especialmente considerando que Flamengo e São Paulo encabeçaram a oposição a Ricardo Teixeira?

Reparem que não se trata aqui de debater quem foi o campeão de fato
ou de direito de 1987, muito menos quem deveria ficar com a Taça. Apenas demonstrar que há mais, muito mais envolvido do que uma simples questão de quem ganhou o quê.

Dividir para conquistar é uma tática antiga e muito eficaz. Patrícia Amorim já foi apanhada neste Zugzwang, como se viu hoje. Isso não pode acabar bem…

Tags: , ,

Uma resposta to “Zugzwang Rubro-Negro”

  1. Dreamer Says:

    Nada acontece por acaso, né não ?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: