Museu do Universo

Hoje fui ao Planetário da Gávea visitar o Museu do Universo e assistir à sessão de cúpula das 18h. Não aparecia lá para isso há tempos e queria conferir como estavam alguns dos stands com experimentos interativos.

Logo na entrada vemos instrumentos antigos de navegação e observação do céu: a luneta, o astrolábio, a esfera armilar. Ali perto, um outro stand comparando o poder de resolução da luneta galileana com telescópios progressivamente mais modernos e potentes. Nada mau! Mas então começam as surpresas desagradáveis… a demonstração do Pêndulo de Foucault, talvez o meu experimento favorito do Museu estava quebrada. Várias outras instalações não funcionavam, ou estavam parcialmente danificadas. Faltavam lâmpadas e monitores em algumas, o áudio explicativo em quase todos os painéis, mecanismos travados, um horror. Pelas minhas contas, metade da exposição estava em manutenção. Para um museu interativo considero isso uma verdadeira catástrofe, justamente no Ano Internacional da Astronomia!

Mas foi ruim? Não, claro que não. A casa estava cheia, por um lado. Muitas crianças, muitos adultos olhando tudo com assombro e generosa curiosidade. Me peguei dando uma de instrutor explicando alguma coisa sobre satélites galileanos, espectrografia e diferenças entre as estações. Uma senhora aconselhava uma criança curiosa a não tocar em nada, e eu lhe disse que sim, era para tocar — aquele museu foi feito para ser tocado por mãos e mentes curiosas.

A sessão de cúpula das 18h foi simplesmente perfeita, por outro lado. É um tremendo impacto ver aquele céu artificial totalmente estrelado quando o nosso próprio, real, é tão poluído pelas luzes urbanas. Mesmo numa noite limpa e sem lua como hoje vejo poucas estrelas. Me faz sentir falta do céu do interior do país, e da excursão astronômica que fiz com a turma da Universidade para uma fazenda em Valença no inverno de 2004.

Exibiu-se o filme “Céu: Mito e Realidade”, que explicava como as constelações receberam seus nomes, como os povos antigos viam o céu e como nós o estudamos hoje. Estabeleceu bem como a ciência moderna difere da antiga, sem entretanto perder de vista a poesia e o maravilhamento frente ao Universo.

Tudo considerado, foi um belo passeio. Gostaria de passar lá em outra ocasião e ver a outra metade do Museu em ordem. Alô, Prefeitura! Vamos manter o Museu do Universo funcionando bem, por favor!

Tags: , , , ,

4 Respostas to “Museu do Universo”

  1. Andrés de la Plaza Says:

    Daniel, o que você relata não é de hoje!!! Já TEM ANOS!!
    Pouco tempo depois que o novo planetário foi inaugurado os defeitos apareceram. Nunca houve manutenção dos aparelhos. Durante todos estes anos, desde o início eu tenho ido com meus filhos ao menos uma vez ao ano, embora tenha reclamado da manutenção dos aparelhos: tudo continua igual!
    É verdade que alguns funcionam e o museu é ótimo mas… sem manutenção é passada uma imagem triste.
    um abraço
    Andrés

  2. Daniel Says:

    Então é bem pior do que eu pensava.

    Todo museu interativo precisa de manutenção constante, especialmente se recebe muitas crianças. A impressão que eu tenho é que o antigo prefeito inaugurou a nave-escola e esqueceu-se do Planetário.

    Sei que a Fundação Planetário vai mal das pernas, sempre precisando de mais dinheiro para despesas de pessoal, que dirá de manutenção. Mas o quadro é realmente triste…

  3. Andrés de la Plaza Says:

    É incrível pensar que eles fizeram esse investimento todo no Museu e não capacitaram ninguém para fazer os consertos. Ou vão ficar esperando que a empresa que fez a montagem venha fazê-los?

    Qualquer pessoas com um pouco de conhecimento em eletrônica, mecânica e o mínimo de astronomia poderia fazer os consertos dos aparelhos. Todas as vezes que eu estive lá ficava com uma vontade de pedir uma chave de fenda e um alicate para consertar os trecos…

    Não acredito que, entre todo o pessoal do planetário com todos os anos de estudo e formação, não haja alguém capaz de fazer os consertos. Muitos dos defeitos são óbvios!!! Isso só mostra para mim uma coisa: o pessoal não está nem ai para o Museu!
    Se você fosse o diretor… deixaria as coisas assim? CLARO QUE NÃO! Como mínimo trocar LEDs queimados dá para fazer!!! Se não é feito é por que não há a mais mínima vontade de cuidar do patrimônio público e por falta de amor à Astronomia também!

    Se você for reclamar eles vão se desculpar e dizer que os defeitos são recentes… já tiveram a coragem de falar isso na minha cara! Eu falei que era mentira pois tinha vindo outros anos e os aparelhos estavam nesse estado… nem te conto a cara de bunda que o funcionário do planetário fez para mim!

    Não tem jeito não Daniel! É uma questão cultural e de responsabilidade pessoal. Os caras se omitem mesmo, não há seriedade em investimentos científicos e de divulgação para o público. Gastaram uma grana e deixaram largado depois… como tantas outras obras… ou acaso a Cidade Da Música la na Barra não é um exemplo disso?

    Um grande abraço e desculpa o desabafo! Mas tem coisas que realmente eu não consigo aceitar!
    Andrés

  4. Daniel Says:

    Andrés,

    Seu relato me instiga a voltar lá e fazer essas mesmas perguntas. Até onde sei, a equipe de astrônomos do Planetário é muito boa e se importa MUITO com o estado do Museu (conheci alguns deles em palestras na minha universidade). Sobre ter uma atitude mais direta e consertar as exposições nada posso comentar senão dizer que tive a mesma vontade que você… deduzo, apenas, que ninguém de lá de dentro deve se animar para tirar dinheiro do próprio bolso para fazer a manutenção do Museu — fatalmente é o que precisaria ser feito se o dinheiro da Prefeitura não vier.

    Quanto ao desabafo, você é mais que bem-vindo. O Telhado está aí para receber exatamente esse tipo de opinião!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: