Atendimento por Telefone

“Boa noite, com quem eu falo?”

“Olá, meu nome é Daniel. Tentei pagar uma conta no restaurante sexta à noite e meu cartão de débito foi recusado. Hoje descobri que a senha está bloqueada e gostaria de saber por quê.”

“Pois não, senhor. Aguarde um momento… sim, aqui está. O nosso sistema identificou que a fita magnética do seu cartão estava um pouco gasta, então ele automaticamente bloqueou a sua senha. Isso é feito para impedir tentativas de clonagem e para evitar que o material magnético fique preso nas máquinas de débito, o que também poderia comprometer a sua segurança. Mas não se preocupe, outro cartão lhe será enviado.”

“Hm, deixe eu ver se entendi: o sistema bloqueou minha senha sem eu ter errado três vezes e vai me mandar outro cartão sem que eu solicitasse?”

“Isso! Mas é para a sua segurança”

“(suspiro) Bem, vá lá. Em quanto tempo isso chega?”

“Cinco dias úteis, a contar de segunda-feira agora.”

“Sexta já terei meu novo cartão?”

“Ou na outra segunda, na parte da tarde.”

“Na OUTRA segunda, sei… hmm, por falar nisso, para qual endereço ele será enviado?”

“Para o seu endereço residencial, senhor.” [dá meu endereço antigo]

“Olhe, eu mudei faz tempo e desde então venho tentando alterar o endereço pela internet. Não sei a causa, mas o sistema não me deixa alterar o CEP e logradouro.”

“… bem…”

“Mas não deve dar problema, pois sabendo disso, pedi para entregarem toda minha correspondência bancária no meu trabalho. As faturas e extratos mensais chegam direito. O novo cartão será enviado para lá, não é?”

“…”

“E então?”

“Eu… não sei, senhor. Mas é quase certo!”

“(suspiro) OK, podemos então aproveitar que estamos aqui e alterar o meu endereço residencial?”

“Podemos, sim. Mas vou pedir ao senhor que retorne ao sistema de teleatendimento e entre com os números de sua agência, conta e SENHA DO CARTÃO.”

“Mas se o meu problema é justamente senha bloqueada!”

“Uhh…”

“Olhe, deixe para lá. Eu posso resolver o endereço na segunda-feira numa agência, certo?”

“Ah, sim, claro!”

“Precisa ser a minha agência ou qualquer uma serve?” [A minha agência é muito longe do meu trabalho. E de outra vez me informaram que alteração de endereço residencial tinha que ser na agência de origem.]

“Qualquer uma!”

“OK, obrigado e boa noite…”

“O Banco agradece e lhe deseja uma boa noite!”

[Click]

Odeio teleatendimento.

Tags:

4 Respostas to “Atendimento por Telefone”

  1. Victor Barone Says:

    Somos dois.

  2. Luiz Felipe Vasques Says:

    Livros que sumarizam o Século XX/I: “O Processo”, de Kafka e “Admirável Mundo Novo”, de Huxley. “1984” tb não está muito fora de mão…

  3. Juliana Says:

    Somos três

  4. Daniel Says:

    Acho incrível como o treinamento do pessoal de teleatendimento é ruim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: